LISTA ATUALIZADA DE CELULARES COM OS NÍVEIS MAIS ALTOS E MAIS BAIXOS DE RADIAÇÃO


Este alerta é muito importante.
Quando um usuário de um celular faz uma chamada e coloca o aparelho no ouvido, recebe radiações.

“Statista”, portal alemão de estatísticas, publicou em agosto uma lista com 15 modelos de celular que mais emitem radiação e outra lista com os 15 que menos emitem.

Os dados que explicam quais aparelhos são mais ou menos prejudiciais vêm do Escritório Federal de Proteção
Radiológica da Alemanha.

A organização possui um banco de dados completo em que incluem todo tipo de smartphones, tanto os mais antigos como os mais modernos, acompanhados pelo nível de radiação emitido durante o uso.

Segundo a lista, o celular que tem o nível de radiação emitido mais alto é o Mi A1 (muito apreciado entre os usuários do Android), da chinesa Xiaomi, que encabeça uma lista em que doze dos quinze integrantes são celulares de companhias como Huawei, OnePlus ou ZTE, todas elas com sede no país asiático.

No entanto, outros aparelhos de primeira categoria, como o iPhone 7 ou o iPhone 8, ambos da Apple, ou o Sony Xperia XZ1 Compact, também aparecem na lista.


O Statista destaca que não existe uma diretriz universal para um nível seguro de radiação.

É por isso que a Blauer Engel, certificação alemã para produtos e serviços ecoamigáveis, só aprova os dispositivos móveis cuja taxa de absorção específica é inferior a 0,60 watts por kg.

Infelizmente, esse requisito não é respeitado por nenhum dos celulares presentes na lista.

Para você ter ideia, todos eles possuem pelo menos o dobro dessa taxa.

A lista que analisa o extremo oposto da escala, ou seja, nos informa quais os aparelhos são menos agressivos, aponta para o Samsung Galaxy Note8.


Ele tem uma taxa de absorção específica de 0,17 watts por kg.

Outros seis aparelhos da empresa sul-coreana também aparecem com destaque na lista, contrastando com seu principal rival, a Apple, que tem 2 iPhones na lista negra.

Manter um celular ligado próximo à cabeça definitivamente não é uma boa ideia.

Nunca foi.

As pesquisas atuais não são de todo conclusivas, mas os sinais de radiação utilizados pelos smartphones podem expor as pessoas, especialmente as crianças, a radiações não saudáveis, causando problemas sérios de saúde, como câncer e infertilidade.
 
Se você ler o manual de seu aparelho, vai encontrar em letras pequenas as recomendações ao uso de fones de ouvido ou alto-falantes.

É bom começar a levar isso a sério ou teremos grandes problemas no futuro.
 
Este blog de notícias sobre tratamentos naturais não substitui um especialista. Consulte sempre seu médico.

Postar um comentário

0 Comentários